Lugar Cativo

"A melhor defesa é o ataque" Hugo Meisl

Magnífico

domingo, novembro 16, 2003
É o mínimo que se pode dizer do novo Estádio do Dragão! Uma verdadeira obra prima de arquitectura e tecnologia.
A inauguração é daqui a pouco, mas valeu a pena toda a espera...

Felizmente...

fui poupado a ver o jogo de ontem da selecção contra a Grécia por afazeres pessoais. 60 minutos a jogar contra 10 e mesmo assim nada?
Dá p'ra ver que tamos no bom caminho!

Orgulho em ser Tripeiro!!!

sexta-feira, novembro 14, 2003
Scolari foi longe de mais; os rancores injustificados a portistas estendem-se agora aos portuenses. Um profundo desrespeito pelos cidadãos não só da cidade como de todo o país.
Depois falem em perseguição...

Convidados

quarta-feira, novembro 12, 2003
E de repente um escândalo porque o Presidente de Assembleia da República não foi convidado para a inauguração do Estádio do Dragão!!! Porquê? Eu quando dou uma festa convido que quero e não quem os outros acham que lá deve estar. Mas afinal o Estádio é de quem? E a tão propalada promiscuidade entre política e futebol? Agora já "é bem"?
Pacheco Pereira apela ao boicote político à inauguração; é justo, provavelmente não recebeu convite e lá pensou que se os outros desistissem se lembrassem dele...

Bola de Ouro

segunda-feira, novembro 10, 2003
Os internacionais portugueses Luís Figo, Pauleta e Deco fazem parte dos 50 nomeados para a Bola de Ouro, galardão anual da revista France Football que premeia o melhor jogador do ano a actuar na Europa.
Enquanto que para Figo (vencedor do troféu referente ao ano de 2000) e para Pauleta esta situação não é uma novidade, a edição desta ano marca a estreia do luso-brasileiro Deco nos nomeados. O portista é também o único jogador a actuar em Portugal incluído na lista.

Lista Completa:
Pablo Aimar (Argentina - Valência); Michael Ballack (Alemanha - B. Munique); David Beckham (Inglaterra - R. Madrid); Gianluigi Buffon (Itália - Juventus); Sol Campbell (Inglaterra - Arsenal); Iker Casillas (Espanha - R. Madrid); Andrey Shevchenko (Ucrânia - AC Milan); Christian Chivu (Roménia - AS Roma); Deco (Portugal - FC Porto); Alessandro Del Piero (Itália - Juventus); Dida (Brasil - AC Milan); Giovane Elber (Brasil - Ol. Lyon); Samuel Etoo (Camarões - Maiorca); Luís Figo (Portugal - R. Madrid); Ludovic Giuly (França - Mónaco); Thierry Henry (França - Arsenal); Zlatan Ibrahimovic (Suécia - Ajax); Filippo Inzaghi (Itália - AC Milan); Oliver Khan (Alemanha - B. Munique); Patrick Kluivert (Holanda - Barcelona); Jan Koller (Rep. Checa - B. Dortmund); Darko Kovacevic (Sérvia - R. Sociedade); Henrk Larsson (Suécia - Celtic); Roy Makkay (Holanda - B. Munique); Claude Makelele (França - Chelsea); Paolo Maldini (Itália - AC Milan); Adrian Mutu (Roménia - Chelsea); Pavel Nedved (Rep. Checa - Juventus); Alessandro Nesta (Itália - AC Milan); Kahveçi Nihat (Turquia - R. Sociedade); Michael Owen (Inglaterra - Liverpool); Pedro Pauleta (Portugal - PSG) ; Robert Pires (França - Arsenal); Raul (Espanha - R. Madrid); Roberto Carlos (Brasil - R. Madrid); Ronaldinho Gaúcho (Brasil - Barcelona); Ronaldo (Brasil - R. Madrid); M. Salgado (Espanha - R. Madrid); Paul Scholes (Inglaterra - Man. Utd.); Lilian Thuram (França - Juventus); Francesco Toldo (Itália - Inter); Francesco Totti (Itália - AS Roma); Hatem Trabelsi (Tunísia - Ajax); David Trezeguet (França - Juventus); Ruud Van Nistelrooy (Holanda - Man. Utd.); Christian Vieri (Itália - Inter); Sylvain Wiltord (França - Arsenal); Gianluca Zambrotta (Itália - Juventus); Zinedine Zidane (França - R. Madrid).

Diferenças de camisola

domingo, novembro 09, 2003
McCarthy cumriu 2 jogos (depois passou a um) por responder a uma agressão de Beto; esse mesmo que o agrediu, mas que passou impune. Sá Pinto no entanto por uma "mísera" cotovelada leva apenas um...
Se não fosse as camisolas...

Petit, o herói

Qual D. Nuno Alvares Pereira, qual Ulisses... Portugal tem um novo herói; Petit de seu nome.
Se calhar se tivesse sido cobarde não falhava os próximos jogos...

sábado, novembro 08, 2003
Benni McCarthy dá uma entrevista à UEFA Magazine onde reafirma a sua lealdade ao clube e a sua admiração por José Mourinho.
Numa edição anterior da revista online do organismo que tutela o futebol europeu, encontramos uma entrevista ao seleccionador nacional Luiz Filipe Scolari.

Só mais uma...

terça-feira, novembro 04, 2003
vitória, é aquilo que o F.C. Porto precisa para garantir o acesso aos oitavos de final da Liga dos Campeões. Com mais um triunfo sobre o Marselha os dragões possuem agora 7 pontos contra 3 dos gauleses e 2 do Partizan (surpresa frente aos "galácticos).
Com um início de prova algo titubiante os pupilos de Mourinho continuam a fazer juz ao 5º lugar a nível mundial.

Mantorras

O jovem jogador do Benfica continua a sua caminhada rumo à recuperação que ainda ninguém pode garantir que seja definitiva.
A questão que eu lanço é a seguinte:
Como foi possível deixarem chegar Mantorras ao ponto que ele chegou?
Se já era conhecida a sua lesão é incompreensível que o tivessem autorizado a jogar. As culpas nesta caso não podem ser só atribuídas ao corpo médico, equipa técnica e direcção têm a sua quota parte neste processo.
A verdade é que um jovem jogador de 21 anos tem a carreira em risco, mas ninguém parece muito preocupado em descobrir de que é a culpa.

Santa Ignorância

Ontem no programa desportivo da SIC Notícias (não sei o nome do programa porque só o vi de passagem), um senhor que lá está como comentador afecto ao Sporting (também não sei o seu nome) estava a comparar as atitudes de Deco e de Ricardo Rocha com os comportamentos de Sá Pinto e de J.V. Pinto, afirmando serem semelhantes.
Está tudo tolo? Agora atirar uma camisola ou lançar uma chuteira é igual (quiçá pior) do que atacar o seleccionador nacional ao murro e pontapé ou do que dar um soco num árbitro?
Mais uma vez afirmo que tanto Deco como R. Rocha merecem (no caso do jogador encarnado "merecia") uma punição de cerca de 2/3 jogos e não meses e anos como alguns pseudo-moralistas por aí alvitram.
Certamente as pessoas que comparam estes casos com o JVP foram as mesmas que vieram a público defendê-lo da perseguição de que estava a ser alvo. Como é possível que pessoas que acharam que JVP teve um castigo pesado virem agora tentar crucificar outros jogadores cujos comportamentos, irresponsáveis diga-se, foram menos graves sugerindo uma pena semelhante ou mesmo superior?
Se a própria FIFA considerou que o que JVP fez não merecia uma pena mais severa do que a que teve, que moral têm estes"iluminados" para dizerem o que dizem?
Haja paciência!!!

De volta

segunda-feira, novembro 03, 2003
Passado longas semanas volto a escrever!
Para falar do quê? A verdade é que o futebol português está cada vez mais ridículo e menos vontade me dá de acompanhar as peripécias de fim-de-semana dos relvados (ou será mais "ervados"?) portugueses.
Passadas dez jornadas, o F.C. Porto lidera confortavelmente a Superliga com 8 pontos de avanço sobre Sporting e um surpreendente Beira-Mar que ontem venceu o Benfica na estreia em jogos oficiais na "Nova Catedral". O Marítimo continua a realizar um campeonato acima da média, o Boavista está esta época mais regular, o Sporting não consegue realizar uma exibição decente e o Benfica chega quase a ser uma paródia.
De factos importantes ultimamente, temos a expulsão de Deco frente ao Boavista, a inauguração de 2 estádios que serão palcos de Euro (Luz e Cidade de Coimbra) e as "grandiosas" eleições encarnadas.
Começando por Deco. A sua expulsão é correcta, Paulo Paraty agiu em conformidade com a lei; agora é certo que o segundo amarelo seria dispensável se o árbitro tivesse assinalado a falta de Raúl Meireles sobre Deco que o fez perder a chuteira. Deco agiu mal, é ponto assente. Foi mal educado e, tendo em conta que se trata de um dos jogadores mais idolatrados a nível nacional, foi um péssimo exemplo. Agora daí a dizerem que agrediu o árbitro vai uma distância que se pode ser percorrida por mentecaptos que não vendo outra solução para impedir a caminhada triunfal do F.C. Porto para o título, procuram inventar casos ridículos. Comparar a atitude de Deco com as de Sá Pinto e de J.V. Pinto é de uma estupidez tal que não merece sequer comentário. Dizer que a atitude de Ricardo Rocha não foi tão grave por se tratar de uma camisola é quase obsceno; Deco atirou a chuteira para o chão (para longe do árbitro) e num segundo momento lançou-a para perto de Paulo Paraty; por sua vez Ricardo Rocha atirou deliberadamente a camisola em direcção ao árbitro. Deco deve ser punido com 2/3 jogos de suspensão (tal como R.Rocha deveria ter sido), qualquer coisa mais é simples a confirmação de que o CD da Liga procura prejudicar o F.C. Porto.
Dos novos estádios deve-se dizer que são os dois bonitos e pelos vistos funcionais. Não os vi ao vivo, logo não me alongo mais.
As eleições do Benfica constituiram o espectáculo mais deprimente dos últimos anos e provaram que a telavisão em Portugal está pelas ruas da amargura.